PATOLOGIAS COLORRETAIS

- Verrugas Anais -

Verrugas anais (condiloma acuminado / condilomatose anal) são causadas pelo HPV, a DST mais comum. As verrugas afetam a área ao redor e dentro do ânus, mas podem se desenvolver na pele da região genital. Elas surgem, primeiramente, como pequenas lesões, usualmente tão pequenas quanto uma cabeça de alfinete. Elas podem crescer a ponto de cobrirem a região anal inteira.

 

CAUSAS

 

Relação sexual é um meio comum de se infectar com HPV. Porém, uma pessoa pode se infectar com HPV sem ter relação sexual. Qualquer contato direto com a região anal (contato com a mão, fluidos de um parceiro infectado) pode causar HPV e verrugas anais e genitais.

 

PREVENÇÃO

 

O HPV frequentemente permanece no corpo sem apresentar sintomas. Existem passos que você pode seguir para evitar a condilomatose.

- Não tenha relação sexual com pessoas que tenham condilomatose anal ou genital;

- Limite a atividade sexual a um parceiro único;

- Abstinência: não tenha relação sexual;

- Sempre use camisinha (isso reduz, porém não elimina o risco);

- Parceiros sexuais devem ser testados para DST mesmo não apresentando sintomas.

 

SINTOMAS

 

As verrugas anais normalmente não são dolorosas, então as pessoas podem não perceber que estão com elas. Os sintomas primários são nódulos macios e úmidos próximo ou dentro do ânus. Sintomas adicionais incluem:

- Coceira;

- Sangramento;

- Secreção anal;

- Sensação de volume da região anal.

 

DIAGNÓSTICO

 

Seu médico examinará a pele ao redor do ânus, assim como a área pélvica incluindo os genitais. Será realizado exame do canal anal com um pequeno aparelho (anuscópio) para avaliar a presença de verrugas dentro do canal anal.

 

TRATAMENTO

 

Se as verrugas não forem removidas, elas podem crescer e se multiplicar. Se permanecerem sem tratamento, podem elevar o risco de câncer do canal anal. Verrugas internas podem não responder aos medicamentos tópicos, portanto cirurgia pode ser necessária. As opções de tratamento incluem:

- Medicação tópica: esses cremes funcionam melhor se as verrugas forem pequenas e localizadas apenas ao redor do ânus;

- Nitrogênio líquido;

- Ácido tricloroacético, podofilina;

- Cirurgia: quando as verrugas são maiores ou internas, cirurgia pode ser a melhor opção. Durante o procedimento, as verrugas são removidas. O paciente será anestesiado para o procedimento.

 

PROGNÓSTICO PÓS TRATAMENTO

 

Dor leve e desconforto normalmente duram por alguns dias. Analgésicos podem ser prescritos. Pacientes tratados no consultório médico podem retornar ao trabalho imediatamente. Aqueles que foram submetidos a cirurgia podem retornar à suas atividades no dia seguinte, enquanto aqueles que foram submetidos a grandes ressecções podem necessitar afastar-se de suas atividades por dias a semanas.

As verrugas podem crescer novamente mesmo após a remoção completa. Isto acontece porque o HPV fica inativo por um período nos tecidos do corpo. Quando as verrugas crescem novamente, elas podem ser tratadas no consultório médico. Se um grande número de verrugas cresce rapidamente, cirurgia pode ser necessária novamente.

É importante discutir com seu cirurgião a frequência das visitas. Durante essas visitas, será realizado exame para avaliar se existe alguma verruga que surgiu novamente.