PATOLOGIAS COLORRETAIS

- Constipação -

Constipação, uma queixa comum, é normalmente fácil de prevenir e simples de tratar quando acontece. Entretanto, constipação pode refletir um problema mais sério que pode levar a exames complementares para investigação, intervenção médica e, raramente, cirurgia.

 

QUAL É A FUNÇÃO NORMAL DO INTESTINO?

 

O cólon e reto (intestino grosso) servem para reabsorver água e alguns eletrólitos e estocar material fecal antes da sua eliminação. O funcionamento normal do intestino é bastante amplo, mas em geral a evacuação deve ocorrer pelo menos a cada 3 dias e não mais do que 3 vezes ao dia; as fezes devem passar com facilidade sem necessidade de grandes esforços; após evacuar, deve-se ter a sensação de eliminação completa das fezes. A crença de que toda pessoa deve evacuar todos os dias é errada e pode levar a preocupações desnecessárias e até ao uso abusivo de laxantes.

 

O QUE É CONSTIPAÇÃO?

 

Considerando que o normal do funcionamento do intestino é amplo, constipação pode significar diferentes coisas para diferentes pessoas. Para algumas pessoas, constipação pode significar evacuações pouco frequentes. Para outras, são fezes endurecidas, difíceis de passar e necessitando de grandes esforços e causando dor quando passa através do canal anal. Para outras ainda, pode significar uma sensação de evacuação incompleta, como se fosse preciso ir ao banheiro novamente. Constipação é frequentemente associada com estufamento e cólica abdominal, que geralmente aliviam após a evacuação.

 

O QUE CAUSA A CONSTIPAÇÃO?

 

Frequentemente, a constipação ocorre devido à combinação de 3 fatores: uma dieta pobre em fibras, uma ingesta pobre de líquidos e a falta de atividade física. Entretanto, existem outras causas que devem ser consideradas. Condições médicas específicas podem causar constipação, incluindo Diabetes, Hipotireoidismo e Depressão. Medicações podem contribuir para a constipação, incluindo aquelas comumente prescritas para alívio de dor, tratamento de hipertensão, antidepressivos e medicamentos psiquiátricos.

Infelizmente, existem causas sérias de constipação que são mecânicas por natureza. Doenças que causam inflamação, como Doença Inflamatória Intestinal e Diverticulite, podem causar cicatrização excessiva e estreitamento. Além disso, tumores ou outros crescimentos no intestino podem bloquear a passagem de fezes. Apesar de pouco prováveis de serem a causa da constipação, essas condições mais sérias devem ser avaliadas e descartadas pelo seu médico.

 

COMO A CONSTIPAÇÃO É EVITADA OU TRATADA?

 

Geralmente, constipação é evitada seguindo os princípios básicos da boa saúde intestinal: dieta saudável, boa ingesta hídrica e atividade física. Vinte e cinco a trinta gramas de fibra por dia é a quantidade recomendada. Uma dieta com bastantes cereais, frutas, saladas, verduras e alimentos integrais, frequentemente melhora o hábito intestinal.

Ingerindo seis a oito copos de água por dia ajuda a manter as fezes macias e mais fáceis de passar durante a evacuação. Atividade física regular, que pode ser tão simples quanto fazer uma caminhada de 30 minutos por dia, também melhora a atividade intestinal.

Existem muitos tipos de laxantes disponíveis nas farmácias. A maneira como os laxantes funcionam varia conforme a classe do medicamento, mas podem ser bastante efetivos no alívio imediato da constipação. Apesar de poder ser necessário usar laxantes regularmente, você deveria fazer isso após uma consulta com um médico.

 

QUANDO EU DEVERIA PROCURAR AJUDA MÉDICA?

 

Deve-se procurar um médico quando:

- Existir quadro novo de constipação persistente;

- Uma constipação de longa data se torna progressiva em frequência ou severidade e não resolve com medidas simples como as expostas acima;

- A constipação é associada com uma mudança do hábito intestinal (fezes afiladas ou desmanchadas), emagrecimento excessivo e sangramento.