O QUE É COLONOSCOPIA?

colonoscopia.png

Colonoscopia é o exame endoscópico do intestino grosso. É um procedimento eficaz para diagnosticar anormalidades do intestino grosso e para fazer o rastreamento do câncer colorretal e pólipos. O colonoscópio é um instrumento longo, fino, flexível e com uma câmera acoplada para a visualização do interior do intestino grosso e do reto. Este procedimento é realizado, na maioria da vezes, em regime ambulatorial com mínio desconforto. A colonoscopia permite ao médico identificar e remover certos tipos de pólipos que podem se desenvolver em câncer. O procedimento é utilizado também em casos de hemorragia digestiva para identificação do local do sangramento e com possibilidade de interrupção do mesmo. Portanto, a colonoscopia é também um procedimento terapêutico e muitas vezes salvador de vidas.

QUEM DEVERIA FAZER A COLONOSCOPIA?

Rastreamento se refere ao processo de examinar um paciente, mesmo que não apresente qualquer sinal ou sintoma, em busca de pólipo ou câncer do cólon e do reto. O objetivo do exame é detectar a doença no seu estágio mais inicial para permitir um tratamento com sucesso. Como parte do programa de rastreamento do câncer colorretal, a colonoscopia é rotineiramente recomendada para adultos a partir dos 45 anos de idade. Pacientes que têm história familiar de câncer do cólon ou do reto ou de pólipos podem ser recomendados a realizar a colonoscopia em idade mais jovem e mais frequentemente que aqueles que não tem história familiar de câncer. Seu médico pode também indicar a colonoscopia para investigar sintomas como sangramento retal, alteração do hábito intestinal ou dores abdominais sem explicação.

COLONOSCOPIA PODE SER RECOMENDADA TAMBÉM PARA:

- Seguimento de pacientes que apresentam história pessoal de pólipos ou de câncer de cólon ou de reto;

- Pacientes com anemia aguda ou crônica;

- Pacientes com doença inflamatória intestinal (Doença de Crohn ou Retocolite Ulcerativa);

- Pacientes com certas condições hereditárias (Síndrome de Lynch, Polipose Adenomatosa Familiar).

QUEM PODE REALIZAR A COLONOSCOPIA?

A colonoscopia é realizada por médicos que foram treinados especificamente para este tipo de procedimento. Normalmente, o procedimento é realizado por Coloproctologistas, Gastroenterologistas e Cirurgiões do Aparelho Digestivo.

COMO É REALIZADA A COLONOSCOPIA?

Um ou dois dias antes do exame, os pacientes devem realizar um preparo do intestino para que este esteja limpo e sem resíduos, realizado com uma dieta restrita em fibras e com laxantes fortes. Isto permite a visualização adequada da superfície que reveste o intestino grosso por dentro, chamada de mucosa. Normalmente, no momento da marcação do exame, é entregue uma ficha com as orientações para o preparo do intestino. A parte mais importante do exame é justamente a limpeza completa do intestino.

Durante a colonoscopia, a maioria dos pacientes recebem uma sedação intravenosa. Um ou mais medicamentos são administrados para manter o paciente confortável durante o procedimento. O colonoscópio é introduzido pelo ânus e avançado até a primeira porção do intestino grosso (ceco), onde a parte final do intestino fino desemboca através de uma válvula (válvula ileocecal). É neste momento que o exame em si começa, retirando-se o aparelho vagarosamente e visualizando minuciosamente a maior parte da mucosa do intestino. Qualquer pólipo ou anormalidade encontrados durante o exame será removido ou biopsiado e enviado para análise.

Para a maioria dos pacientes, o procedimento inteiro dura menos de uma hora. Depois que a colonoscopia é realizada, alguns pacientes podem sentir algum desconforto abdominal, como cólicas, devido ao gás introduzido pelo aparelho durante o exame. Este desconforto tende a se resolver rapidamente. Em muitos casos, os pacientes não se recordam dos fatos ocorridos durante o procedimento devido à sedação utilizada. É sempre aconselhado ter um familiar presente para levar o paciente para casa e receber as instruções da alta pelo médico ou enfermeiro.

Após a colonoscopia, os pacientes podem voltar à dieta normal. Os medicamentos utilizados diariamente podem ser utilizados normalmente, a não ser que o médico especificamente restrinja algum deles. Durante o resto do dia, não é aconselhado a dirigir ou realizar atividades com materiais cortantes (facas, maquinário pesado) devido a redução dos reflexos com o uso dos sedativos. Todas as atividades habituais podem ser reintroduzidas no dia seguinte ao exame.

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DA COLONOSCOPIA?

É o principal exame para o rastreamento do câncer colorretal. O procedimento permite detecção e remoção de pólipos que poderão se transformar no câncer.

QUAIS SÃO OS RISCOS DA COLONOSCOPIA?

A colonoscopia é um procedimento muito seguro com poucas complicações, ocorrendo em menos de 1% dos pacientes. Riscos pouco comuns incluem sangramento, perfuração do intestino, efeitos adversos raros com o uso dos sedativos, impossibilidade de visualizar o intestino inteiro em busca de pólipos ou outras anormalidades. Por questões anatômicas o médico pode considerar pouco seguro completar o exame e interromper o procedimento. Nestas situações, será discutido com você necessidade ou não de outros exames para complementar o rastreamento ou investigação.